You are currently browsing the monthly archive for junho 2009.

guignard. noite de sao joao.

Noite de São João, noite de São João

Para além do muro do meu quintal

Do lado de cá, eu sem noite de São João

Porque é São João? Onde o festejam?

Para mim há uma sombra de luz… de fogueiras na noite

Um ruído de gargalhadas, os baques dos saltos

E um grito casual de quem não sabe que eu existo.

Vitor Ramil

Anúncios

Noite dentro do quarto. Noite densa verde-esmeralda.

Os milhares de homenzinhos do quadro tocam rock’n’rool no volume da imaginação.

Cócegas no calcanhar do pé da cama. Um copo com um milésimo de gota de leite. Dentro do armário.

Um bichano espreguiçando-se por entre as roupas sujas no chão da testa. Um elefante passeia no relógio do último aniversário.

Lá está Ghandi. Tem o Che, também.

Alguém pode pedir uma música pros homenzinhos? Toca um blues do Mississipi, que é na esquina depois do sono.

Não, não. Breathe in the air.

Mas o ar tem cheiro de grama úmida. Aquela que deu dor na bexiga,  quando eras criança.

Atchim. Saúde. Um brinde!

Lá vem a maldita fábula de antes de dormir.

Esmeralda verde-densa. Noite.

Quarto dentro das constelações. No teto do dia nublado.

Siga-me

Jornalismo Travessia

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 7 outros seguidores