You are currently browsing the monthly archive for março 2011.

Queria poder escrever no escuro. Deixar as silhuetas imaginadas da noite passarem pela navalha do lápis e sangrarem o papel.

A lâmpada afoga na garganta o grito. Ou o choro nervoso. A saudade de um beijo molhado no pescoço.

E aquela vontade de palavras que circula até as pontas dos dedos dos pés.

Siga-me

Jornalismo Travessia

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 7 outros seguidores